/ B-Parts

Mito ou Verdade?

Ao longo do tempo foram surgindo certas opiniões sobre temas relacionados com a utilização, manutenção e características dos automóveis que despoletaram discussões intermináveis, sem que, no final fosse possível alcançar uma verdade absoluta.


Com objetivo de resolver estes “atritos”, neste artigo vamos desvendar e explicar os principais mitos que existem em torno do setor dos automóveis, para reforçar os seus conhecimentos e melhorar os seus argumentos, de modo a provar aos seus amigos mais teimosos, quem tem razão!

1. Deve-se verificar o Óleo com o Motor quente;

Mito

Quando o óleo se encontra quente o seu volume sofre uma pequena variação devido à dilatação do fluído. Desta forma deve esperar 10 minutos depois de parar o veículo para o óleo arrefecer, mas também para que retorne ao cárter, permitindo assim uma leitura precisa do seu nível.

2. Deve-se arrancar o carro sem aquecer o motor primeiro;

Verdade

Apenas se o motor funcionar através do carburador em vez da injeção eletrónica, é aconselhável aquecer durante algum tempo antes de arrancar. No entanto, só os veículos mais antigos estão equipados com esta peça.

Sendo assim, nos automóveis modernos que possuem o sistema de injeção eletrónica, os cilindros e os pistões acabam por ser danificados pelo aquecimento antes do carro iniciar a sua marcha. Este acontecimento é provocado pelo desequilíbrio entre a temperatura ambiente e a mistura de ar e combustível.

3. Conduzir em ponto morto economiza combustível;

Mito

Além de ser inseguro conduzir sem ter uma mudança engrenada, não se poupa combustível. Isto deve-se ao facto de o sistema de injeção eletrónica ser capaz de cessar o consumo de combustível quando este não é necessário. Para tal, é necessário ter a mudança engrenada.

Nos automóveis que possuem carburador, de facto o carro consome menos devido à formação de vácuo no carburador.

4. Acelerar o carro antes de o desligar lubrifica o sistema;

Mito

Esta ação resulta na acumulação de uma certa quantidade de combustível dentro do cilindro que não será queimada, e sucessivamente escorrerá para o cárter contaminando o óleo.

5. A Caixa Automática é mais eficiente que a Caixa Manual;

Verdade

No passado podíamos observar o contrário, porque a tecnologia das caixas automáticas não era tão desenvolvida como é atualmente. Contudo, devido ao seu avanço e melhoria esta consegue ser mais eficiente dado que o motor funciona a rotações menores.